DÚVIDAS PARA COMPRAR
Como consultar horários e valores das passagens de ônibus? 

Para realizar a consulta no site, basta escolher a cidade de “Origem”, de “Destino” e definir a data da viagem. Na próxima tela você verá todos os horários de todas as viações disponíveis.

Por que não encontro passagens para o trecho que eu procuro?

Alguns trechos não tenha passagens disponíveis para venda na internet.
Nesse caso, poderá buscar trechos em cidades próximas ou maiores perto da cidade desejada ou ir até a rodoviária.

Como comprar passagem de ônibus?

Para realizar a consulta no site, basta escolher a cidade de “Origem”, de “Destino” e definir a data da viagem. Na próxima tela você verá todos os horários de todas as viações disponíveis. Ao continuar o processo de compra, abrirá uma nova janela com a listagem de todos os horários e o número de poltronas disponíveis. Selecione o horário e o serviço e avance para a próxima etapa, que é a escolha da poltrona. No próximo passo, informe o nome completo e número do RG de quem irá viajar e avance mais uma vez. Para finalizar, preencha os dados do cartão de crédito, a data de validade e código de segurança.

Como retirar passagens para idosos?

De acordo com o Estatuto do Idoso, as companhias são obrigadas a reservar 2 (duas) poltronas gratuitas para passageiros com idade mínima de 60 anos e renda igual ou inferior à 2 (dois) salários mínimos. Caso as poltronas estejam ocupadas, as viações devem conceder desconto mínimo de 50% na compra das passagens.
Essas condições devem ser verificadas diretamente no guichê da companhia.

Os bilhetes só poderão ser solicitados nas cidades que sejam locais de embarque de passageiros da linha em que se deseja viajar, sendo a solicitação feita no guichê da empresa de ônibus na rodoviária.

Para adquirir, o idoso deve respeitar os prazos de:
– 6 (seis) horas de antecedência para viagens de até 500 km
– 12 (doze) horas de antecedência para viagens acima de 500 km.

Na hora do embarque, o idoso deve apresentar documento original com foto e a comprovação de renda.

Formas de pagamento

12 vezes sem juros. Aceitamos crédito e débito.
Cartões aceitos: Visa, Visa Electron, MasterCard, Elo, American Express, Diners Club, Mercado Pago, PayPal e Hipercard.

Onde receberei o voucher?

O voucher, que é um comprovante da compra da passagem, será informado na tela do seu dispositivo e estará disponível para impressão.

Posso viajar com o voucher?

O voucher não serve como bilhete rodoviário.

Onde retirar a passagem de ônibus comprada no Onibuz.com

Deverá retirar a passagem no guichê da rodoviária, apresentando um documento com foto.

Regras de remarcação, cancelamento e reembolso

Poderá recuperar o dinheiro se cancelar com antecedência mínima de 3 horas antes do horário previsto da viagem, com multa de 5% do valor da passagem.

Passada as 3h de antecedência:
– Se for de um estado para o outro poderá remarcar a viagem para outro dia (prazo de até um ano), para o mesmo trajeto e serviço (convencional, executivo e leito). Mesmo assim é preciso pagar 20% do valor da passagem para poder reutilizar
– Viagens dentro do mesmo estado: perde integralmente o dinheiro, inclusive o direito de reutilizar outro dia.

*Recomendamos entrar em contato com a companhia de ônibus, pois ficará a critério da companhia realizar ou não a troca.

 

DÚVIDAS PARA VIAJAR
Documentos necessários

Para realizar viagens no território brasileiro, é necessário ter em mãos um documento de identificação junto com sua passagem. Para realizar viagens fora do território brasileiro, geralmente os países vizinhos aceitam carteira de identidade original como documento de identificação.

 

Viagem com menores

Para menores de 12 anos realizarem viagens, no território nacional, deverão apresentar a certidão de nascimento, juntamente com o responsável pela criança e o documento de identificação do responsável.

Caso o menor de 12 anos não estiver acompanhado pelo responsável para viajar, esse deverá apresentar autorização do responsável e do Juizado de Menores.

Para maiores de 12 anos, poderá viajar sem autorização com os pais, tios, avôs, irmãos maiores de 21 anos, dentro do território nacional, desde que tenham o documento de identidade original do responsável e a certidão de nascimento da criança.

Caso o menor for viajar com uma pessoa mais velha que não seja parente, o pai ou a mãe deverão elaborar uma autorização por escrito e anexar uma cópia da identidade e uma cópia da certidão de nascimento do menor.

Para viagens internacionais, menores de 18 anos acompanhado dos pais ou responsável legal devem ter documentos de identificação ou passaporte. Caso o menor de 18 anos for viajar desacompanhado dos pais, devem apresentar documento de identificação ou passaporte, e exibir autorização dos pais ou responsáveis com foto e permissão do juizado de menores.

 

Criança paga passagem de ônibus?

Crianças de até 5 anos (5 anos, 11 meses e 29 dias) poderão viajar sem pagamento de bilhete de passagem, desde que não ocupem poltrona específica para elas.

Posso levar meu cão/cachorro/gato?

Recomendamos entrar em contato com a empresa de ônibus que irá viajar para explicar as regras, pois cada companhia possui uma política interna de transporte de animais.

 

Quantas malas posso levar na viagem?

No bagageiro são permitidos até 30 kg de peso total e volume máximo de 300dm³.
No porta-embrulhos são permitidos 5 kg de peso total com dimensões que se adaptem ao porta-embrulhos.
Caso exceda o peso acima, haverá cobrança pelo excesso de bagagens.
É proibido o transporte de materiais considerados perigosos, como armas de fogo, produtos corrosivos, etc..

Caso haja extravio ou dano em suas bagagens, terá o direito a uma indenização da companhia de ônibus responsável pela viagem.

 

Haverá uma pausa durante a viagem?

Geralmente o ônibus realiza uma parada a cada 4 horas.

 

Como retirar passagens para idosos?

De acordo com o Estatuto do Idoso, as companhias são obrigadas a reservar 2 (duas) poltronas gratuitas para passageiros com idade mínima de 60 anos e renda igual ou inferior à 2 (dois) salários mínimos. Caso as poltronas estejam ocupadas, as viações devem conceder desconto mínimo de 50% na compra das passagens.

Essas condições devem ser verificadas diretamente no guichê da companhia.

Os bilhetes só poderão ser solicitados nas cidades que sejam locais de embarque de passageiros da linha em que se deseja viajar, sendo a solicitação feita no guichê da empresa de ônibus na rodoviária.

Para adquirir, o idoso deve respeitar os prazos de:
– 6 (seis) horas de antecedência para viagens de até 500 km
– 12 (doze) horas de antecedência para viagens acima de 500 km.
*Os prazos podem variar de acordo com cada viação.

Na hora do embarque, o idoso deve apresentar documento original com foto e comprovação de renda.

Para mais informações poderá verificar na cartilha do idoso:
http://www.socicam.com.br/2009/pt/cartilhadoidoso.pdf

 

DÚVIDAS APÓS VIAJAR
Perdi minha viagem, e agora?

Se a viagem for de um estado para o outro poderá remarcar a viagem para outro dia (prazo de até um ano), para o mesmo trajeto e serviço (convencional, executivo e leito). Mesmo assim é preciso pagar 20% do valor da passagem para poder reutilizar
Se for viagens dentro do mesmo estado: perde integralmente o dinheiro, inclusive o direito de reutilizar outro dia.

*Recomendamos entrar em contato com a companhia de ônibus, pois ficará a critério da companhia realizar ou não a troca.

Perdi minha bagagem, e agora?

Procure a companhia de ônibus em que realizou a viagem.
Caso a bagagem for perdida dentro do terminal rodoviário, procure a área de Achados e Perdidos da rodoviária.

Tive um problema na viagem e quero fazer uma reclamação

Entre em contato direto com a companhia de ônibus em que realizou a viagem.

Tive uma ótima viagem e quero fazer um elogio

Entre em contato direto com a companhia de ônibus em que realizou a viagem.

Comprei minha passagem de ônibus e fui cobrado em duplicidade, e agora?

Se a compra foi realizada no site do ônibus.com, poderá entrar em contato com o número 0800 038 6013 para regularizar a compra.
Se a compra foi realizada na rodoviária, recomendamos ir na companhia de ônibus na rodoviária para regularizar a compra.

 

SOBRE O DESCONTO DE 50% PARA JOVENS DE BAIXA RENDA

LEI Nº 12.852, DE 5 DE AGOSTO DE 2013.

Art. 32.  No sistema de transporte coletivo interestadual, observar-se-á, nos termos da legislação específica:

I – a reserva de 2 (duas) vagas gratuitas por veículo para jovens de baixa renda;

II – a reserva de 2 (duas) vagas por veículo com desconto de 50% (cinquenta por cento), no mínimo, no valor das passagens, para os jovens de baixa renda, a serem utilizadas após esgotadas as vagas previstas no inciso I.

Parágrafo único.  Os procedimentos e os critérios para o exercício dos direitos previstos nos incisos I e II serão definidos em regulamento.

DECRETO Nº 8.537, DE 5 DE OUTUBRO DE 2015.

Reserva de vagas a jovens de baixa renda nos veículos do sistema de transporte coletivo interestadual

Art. 13.  Na forma definida no art. 32 da Lei nº 12.852, de 5 de agosto de 2013, ao jovem de baixa renda serão reservadas duas vagas gratuitas em cada veículo, comboio ferroviário ou embarcação do serviço convencional de transporte interestadual de passageiros e duas vagas com desconto de cinquenta por cento, no mínimo, no valor das passagens, a serem utilizadas depois de esgotadas as vagas gratuitas.

  • 1º Para fins do disposto nocaput, incluem-se na condição de serviço de transporte convencional:

I – os serviços de transporte rodoviário interestadual de passageiros, prestado em veículo de características básicas, com ou sem sanitários, em linhas regulares;

II – os serviços de transporte ferroviário interestadual de passageiros, em linhas regulares; e

III – os serviços de transporte aquaviário interestadual, abertos ao público, realizados em rios, lagos, lagoas e baías, que operam linhas regulares, inclusive travessias.

  • 2º Para fazer uso das vagas gratuitas ou com desconto de cinquenta por cento previstas nocaput, o beneficiário deverá solicitar um único bilhete de viagem do jovem, nos pontos de venda da transportadora, com antecedência mínima de três horas em relação ao horário de partida do ponto inicial da linha do serviço de transporte, podendo solicitar a emissão do bilhete de viagem de retorno, observados os procedimentos da venda de bilhete de passagem.
  • 3º Na existência de seções, nos pontos de seção devidamente autorizados para embarque de passageiros, a reserva de assentos deverá estar disponível até o horário definido para o ponto inicial da linha, conforme previsto no § 2º.
  • 4º Após o prazo estipulado no § 2º, caso os assentos reservados não tenham sido objeto de concessão do benefício de que trata este Decreto, as empresas prestadoras dos serviços poderão colocá-los à venda.
  • 5º Enquanto os bilhetes dos assentos referidos no § 4ºnão forem comercializados, continuarão disponíveis para o exercício do benefício da gratuidade e da meia-passagem.
  • 6º O jovem deverá comparecer ao terminal de embarque até trinta minutos antes da hora marcada para o início da viagem, sob pena de perda do benefício.
  • 7º O bilhete de viagem do jovem é nominal e intransferível e deverá conter referência ao benefício obtido, seja a gratuidade, seja o desconto de cinquenta por cento do valor da passagem.

Art. 14.  No ato da solicitação do bilhete de viagem do jovem, o interessado deverá apresentar a Identidade Jovem acompanhada de documento de identificação com foto expedido por órgão público e válido em todo território nacional.

Parágrafo único.  Quando o benefício não for concedido, as empresas prestadoras dos serviços de transporte deverão emitir ao solicitante documento que indicará a data, a hora, o local e o motivo da recusa.

Art. 15.  O beneficiário não poderá fazer reserva em mais de um horário para o mesmo dia e mesmo destino ou para horários e dias cuja realização da viagem se demonstre impraticável e caracterize domínio de reserva de lugares, em detrimento de outros beneficiários.

Art. 16.  O bilhete de viagem do jovem será emitido pela empresa prestadora do serviço, em conformidade com a legislação tributária e com os regulamentos da ANTT e da Antaq.

Parágrafo único.  As empresas prestadoras dos serviços de transporte deverão informar à ANTT e à Antaq a movimentação de usuários titulares do benefício, por seção e por situação, na periodicidade e na forma definida por estas Agências em regulamento.

Art. 17.  O jovem de baixa renda titular do benefício a que se refere o art. 13 terá assegurado os mesmos direitos garantidos aos demais passageiros.

Parágrafo único.  Não estão incluídas no benefício as tarifas de utilização dos terminais, de pedágio e as despesas com alimentação.

Art. 18.  O jovem de baixa renda está sujeito aos procedimentos de identificação de passageiros ao se apresentar para embarque, de acordo com o estabelecido pela ANTT e pela Antaq.

Art. 19.  Além dos benefícios previstos no art. 13, fica facultada às empresas prestadoras de serviços de transporte a concessão ao jovem de baixa renda do desconto mínimo de cinquenta por cento do valor da passagem para os demais assentos disponíveis do veículo, comboio ferroviário ou da embarcação do serviço de transporte interestadual de passageiros.

Art. 20.  As empresas prestadoras dos serviços de transporte disponibilizarão em todos os pontos de venda de passagens, sejam eles físicos ou virtuais, cópia do art. 32 da Lei nº 12.852, de 2013, e deste Decreto.

Art. 21.  O benefício de que trata o art. 13 será disciplinado em resolução específica pela ANTT e pela Antaq, assegurada a disponibilização de relatório de vagas gratuitas e vagas com desconto concedidas.